Menu
Músicos

Laura Lopes

 

A mezzo-soprano Laura Lopes iniciou os estudos musicais no Instituto Gregoriano de Lisboa, onde foi aluna de canto de Armando Possante, completando o Curso Secundário de Canto Gregoriano em 2010. Depois de completar a licenciatura em Direcção Coral/Formação Musical na Escola Superior de Música de Lisboa em 2013, ingressou no Koninklijk Conservatorium em Haia (Holanda) onde se especializou em Canto – Música Antiga com Jill Feldman, Pascal Bertin e Rita Dams. Em 2017 foi viver para o Reino Unido, completando uma pós-graduação em Arts Policy and Management na Birkbeck College, University of London.

 

Como solista tem cantado obras como o Stabat Mater de G. Pergolesi, Requiem de W. A. Mozart, Utrecht Te Deum de G. F. Handel, cantatas, Magnificat e Paixões de J. S. Bach, ópera Dido e Eneias de H. Purcell (Sorceress), ópera La Dafne de M. da Gagliano (Ninfa), etc.

Laura foi membro do Coro Gulbenkian desde os 17 anos até ir para a Holanda e agora canta regularmente em ensembles por toda a Europa: a Cappella Amsterdam, com quem gravou recentemente Josquin e Lassus como solista do coro, Nederlandse Bachvereniging (também como Young Bach Fellow 2015-19), Nederlands Kamerkoor, Ensemble Corund, etc. Nas temporadas 2017/18 e 2018/19 foi Scholar do ensemble vocal VOCES8, fazendo desde então parte da Education Team da VOCES8 Foundation como workshop leader em projectos educativos em escolas em zonas carenciadas de Londres. Laura é ainda membro fundador e Coordenadora do Coro da Orquestra XXI, e apresentou-se recentemente como solista no ciclo 7 Colinas/7 Cantatas do Ensemble 258.

 

Em 2015 fundou o ensemble barroco Le Voci delle Grazie, sendo este seleccionado em 2018 como European Emerging Ensemble pela plataforma EEEmerging, suportada pelo programa Creative Europe da União Europeia, tendo tido a oportunidade de fazer performances em festivais como Grandezze e Meraviglie Festivale Musicale Estense (Itália), Vivat Curlandia Festival (Letónia), Festival van Vlaanderen e MAFestival Brugge (Bélgica), Sons Antigos a Sul (Portugal), Utrecht Early Music Festival (Holanda), entre outros.

 

Em paralelo à sua actividade performativa, Laura é Administradora do festival Les Azuriales Opera (Londres/Nice), Festival Assistant do Brighton Early Music Festival e, desde Março’20, Coordenadora da Tenso Network Europe – European Network for Professional Chamber Choirs.